Imagem dos Povos 10 anos

De 18 a 22 de dezembro, o Cine Humberto Mauro irá receber a última etapa do projeto Imagem dos Povos 10 anos. A programação conta com temporadas inteiras de séries inéditas no Brasil e filmes premiados. Toda a programação é gratuita.

A edição comemorativa de 10 anos oferece um panorama da produção audiovisual contemporânea reunindo obras que expressam o momento da produção de diretores, países e regiões que participaram da Mostra tendo com foco a diversidade humana e cultural . A curadoria buscou obras que, ao oferecer um panorama desse período, refletisse as mudanças no audiovisual nesta década e apontasse as tendências de conteúdo, linguagem, tecnologia e mercado.
Como destaque e antecipando a tendência exibirá 2 séries inéditas em sala de cinema.
A neozelandesa Os abalos são profundos (Hope & Wire) da diretora Gaylene Preston, com 6 episódios, sobre os acontecimentos e mudanças ocorridas na vida das pessoas pós os terremotos de 2010 e 2011 que abalaram o sul do pais e a série Afripedia, de cinco episódios, produzida pelo coletivo sueco Stocktown sobre a cena contemporânea das artes na África.

Na programação temos dois curadores do IMAGEM DOS POVOS apresentando seus novos filmes. O diretor indiano Gurvinder Singh Quarto Código (Chauthi Koot), Prêmio de Melhor Filme no Festival de Cinema do Punjabi, Índia e Seleção Un Certain Regard do Festival de Cannes e o amazonense Sérgio Andrade com Antes o Tempo não Acabava, Seleção Panorama do Festival de Berlim.

Destaque para o documentário Mario Wallace Simonsen de Ricardo Pinto e Silva sobre um tema atualíssimo da historia brasileira – a trama internacional envolvendo interesses de empresas estrangeiras, concorrentes nacionais, deputados lobistas e governo militar com verniz de combate à corrupção enseja a quebra de um dos maiores conglomerados de empresas nacionais logo após o Golpe de 1964.

A mostra conta ainda com o documentário mineiro Minas d’Águas de Danilo Siqueira outro tema atualíssimo sobre a luta das populações afetadas pela atividade das mineradoras no estado. O documentário antecipa a tragédia que culminou com a destruição de povoados e cidades e a contaminação um dos maiores rios do pais, o Rio do Doce.

E ainda, três filmes presentes na Mostra são motivo de orgulho para IMAGEM DOS POVOS porque serem fruto dos seus workshops: Bloco e Coroas dos brasileiros Isaac Donato e Marília Cunha e Clever dos uruguaios Federico Borgia e Guillermo Madeiro.

Destaque, também, para a seleção do New York Africa Film Festival que desde 2009 contribui com a curadoria do IMAGEM DOS POVOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagem dos Povos 10 anos

Programa:

Ano/País/Duração:

Diretor:

Sinopse:

Classificação Indicativa:

Local:

WEB disponível:

TV Assembléia:

Reprise:

BHNews:

Reprise:

Cine Humberto Mauro:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *